sexta-feira, outubro 20, 2006

No anonimato dizes,

"Nesta estrada que se ergue ao meu encontro,
Sussurrei o teu nome...
Tacteei o meu caminho pela bruma,
Na esperança de alcançar a tua mão,
Guia desta viagem..."

Mas sabes que te dei a mão,
Sabes que confundiste, baralhaste,
Quizeste mas não aceitaste...
Só pq ao teu amor disse não...

E agora, escondido no desconhecido dizes,

"Somente verto lagrimas,
Porque nunca saberas quem sou.
Continuarei na bruma cativo dum mundo
Que não nos permite amar...
Porque...o amor é algo maior que nós"

Pois eu sei quem és,
Pois eu amo e como bom é amar...
Não troques as mãos pelos pés,
O amor é bem maior, é saber esperar.

Vejo o teu maior engano em mim, de mim,
Sem te poder fazer ver que não é nem foi assim
Não estou no escuro, não cai, não me salvaste...
Minha alma esta tranquila em vao a amizade acabaste.

Cada vez que dizes,

"Gostaria que um dia alguem apaziguase a minha alma
No mesmo leito em que repousei a tua.
Todas as noites sonho e chamo pelo teu nome
E a manha leva-te consigo..."

Me revolta os enganos do mundo,
Que te levam ao engano
Em que de mim vives no teu profundo.
E me engasgo...quase esgano.

segunda-feira, outubro 16, 2006

"She...she's a mistery,
she's a magic woman, a puzzle to me...
How she makes me fly,
I'm happy you see.
Who woukd not fall in love?
With that look in her eyes...
or that smile...
She's an angel.
Who would not feel the bless,
After a single kiss in her lips...
She's an angel.
She's a symphony, written only for me. "

Não sei de quem é, tão pouco porque é para mim
Mas este desconhecido hoje ainda me disse assim:

"Prisioneira num esquife de cristal,
Nada impediu que a tua alma continuasse livre...
Nas imensas clareiras desta imensa floresta,
Caminhas a meu lado
Nunca deixes de acreditar...
Guardas em ti o fresco milagre da surpresa "

Não sei se me conhece bem se o diz por dizer
Mas agradeço a força, é mais uma que me faz viver

terça-feira, outubro 10, 2006

Como todas as "melhores coisas", este foi feito a dois...

_Eu estou a voar…
_ Eu estou a deixar o ninho.
_ Eu olho pelo teu ninho…e vejo te....
_Desce e ensina-me a planar!
_ Desço…a pique ???!
_ Não vem devagarinho…
_Porque senão escondo-me nas asas de meus pais…
_E o que faço, enquanto desço devagarinho?
_Vem me amando, vou-te amando e vou subindo.
_E como se faz isso
_Confia em mim,
Confia em Deus,
Confia no que queres e no que sentes.
_Vou te amando…
_Porque tu estas a descer!
_E como supero as minhas coisas?
Enquanto te vou amando ao descer?
_Superamos os dois…
_Como se tas lá em baixo?
_O meu coração esta contigo,
Não vês como quero chegar a ti?
_E como se sabe isso?
_Não se sabe, sente-se…
_E tu sentes?
_E desço…
E desço
_Não… desce só que eu estou a subir.
_E ao descer, bato numa nuvem!!
_A nuvem é fofa, vai fazer-te cócegas, vai fazer-te sorrir.
_Mas depois há relâmpagos, faz faísca!
Como supero?
_Que espectáculo tão bonito!!
Deus dá-te fogo de artifício para festejar o nosso amor
_Mas vou ter que passar por ele!
_Mas o Senhor esta contigo!
É ele que permite e não te deixa cair.
_Mas...queimei-me…
_O meu beijo sara.
_Pode infectar ate chegar a ti, como resolvo?
_Mas eu já estou perto de ti,
Confia, o meu beijo sara.
Porque o meu beijo tem amor…
_Tu sabes viajar…
_E eu acredito que o amor cura…
_É isso que me vai prendendo…
_E o amor cura…
Estou contigo, no mesmo sitio que tu.
_Quem és tu?
_Eu?
_Sim tu! Quem és?
_Sou a tua mulher.
_Quem te disse tal coisa?
_Foi Deus, foste tu.
_E o que Deus te disse sobre mim?
_Que és o meu homem.
_E porque Deus te disse isso? O que ve ele mim? Para seres a minha mulher?
_Tudo o que me faz bem,
Tudo o que te faz bem,
Tudo o que me falta,
Tudo o que te falta…
Porque nos completamos naturalmente, sem esforço
_Negocio fechado!!
_Alinho…
_Com possibilidades de reajustamentos
_Obvio, devidamente justificados…com amor…
_Parabéns…
_Pelo nosso amor!!
_Parabéns pelo nosso amor…
_Não desistas…
_Somos os dois!
_Que eu também não, a luta é a dois.
_Não desistas de mim.
_Não desistas de mim.
_Eu nunca vou desistir de nós.
_Agora vamos começar!!
_Nós já começamos…

sábado, outubro 07, 2006

cada vez que estou sob pressao, oico-te dizer "Foca!!"
cada vez que estou em baixo, oico-te dizer "Se positiva..."
cada vez que tenho medo, oico-te dizer "Nao estejas a pensar que es fraca!!"
cada vez que estou a chorar, oico-te dizer "Se continuas a chorar vais para casa!!"...
obrigada...

segunda-feira, setembro 18, 2006

Sinto o choro da guitarra,
Entre o pagode das mulheres do mercado.
Vejo as crianças de samarra,
Sujas de felicidade sem pecado.
Brincam nas poças da rua,
Cheiram a bolos, a leite e a mel.
Se se preocuparem com o nascer da lua
E sente-se o amor à flor da pele...
Do outro lado, o gajo cigano,
A mulher de olhos no chão,
Balança para ele as ancas de andar mundando
Rezando entre dentes, pela salvação.
É um quadro de consumo,
Acima do poder comercial.
Desgaste cheio de aprumo...
No que resta de portugal.


Vi gritos dum estrondo,
Que fizeram do barulho,
Silencio...
Nao consegui distinguir nada
E a visão cegava.
O panico e dor eram apenas quebrados,
Em cada corpo que batia no chão
E me fazia perguntar,
"Que inferno é aquele, em que o paraiso é morrer assim?"
Só que eu estava aqui,
E o terror do outro lado do mundo...
Não aguentava viver o que vi,
Vivo numa sorte de sonho profundo.

quarta-feira, setembro 06, 2006

Menina mulher presa à condição,
Resisto a este amar
Como se fosse maldição...
Arrepio-me so de lembrar
Como me olhas quando me amas.
Me veneras deitado ao meu lado
Enquanto o meu corpo nu liberta chamas,
Só por me teres tocado...
Nada e tudo há a dizer,
Não é magia negra, isto do amor?
Toma posse e arrasa o ser,
leva à locura, dependencia, à dor...
Menina mulher sem fugir do teu lado,
Sem te deixar viver,
A tentar-te com cheiro a pecado.
Quando te deixo fico a sofrer,
A mulher é contigo que é feliz
A menina precisa de outro final
É por isso que te deixo...ou assim o fiz,
Sem largar a tua cama,o que nem faz mal,
Pois se é a ti que amo...
Só me resta esperar para poder tar a teu lado...
Um e outro e mais uma ano!!!
Não se foge do destino e "nós" é fado...


...amo-te...